Pesquisar no site


Contato

CHATONG KENNEL
Canoas - RS - Brasil

(51) 3427-1887
(51) 9996-8836 vivo
(51) 8926-5000 claro

E-mail: chatongkennel@gmail.com

 Alimentação Natural

Nossa experiência com Alimentação Natural

 01/05/2011

Meus cães sempre foram alimentados com ração industrializada. Mas lá no início da criação, quando eu ainda morava com a minha mãe, ela sempre preparava comida para eles, com carne moída, arroz e legumes, e oferecia após o almoço. Eles adoravam!  À noite comiam a ração.

Quando casei e mudei de casa, a criação e o número de cães aumentou, e assim se tornou inviável para mim cozinhar para eles.

Há alguns anos li sobre a alimentação natural pela primeira vez e achei muito interessante. Eu já havia estudado nutrição na faculdade e sabia que era possível sim fazer uma alimentação caseira e balanceada para os animais. Porém, ainda não estava muito bem elucidada a quantidade adquada para cadelas gestantes, lactantes e filhotes. E isso, aliado ao aparente trabalho para preparar a dieta, me desmotivou.

Porém hoje, alguns anos após, voltei a ler sobre o assunto e considerar a possibilidade de oferecer a alimentação natural para a minha turma. O site Cachorro Verde simplificou muito a dieta, está muito mais claro e prático, há diversas experiências bem sucedidas com este tipo de alimentação, inclusive de outros criadores, e já há dietas específicas para filhotes.

Hoje estamos iniciando a mudança de dieta dos nossos cães e faremos deste espaço um diário da nossa experiência. Temos muitas dúvidas, assim como todos que se deparam com esta novidade, e aqui vamos compartilhar nossos erros e acertos.

 

02/05/2011

Na semana passada pesamos todos os nossos cães e fizemos tabelas para saber quanto de cada ingrediente precisamos para iniciar. Eu havia pensado em separá-los em 3 grupos e ir iniciando a dieta com um grupo de cada vez, mas por fim, achei melhor iniciar em todos os adultos e nos filhotes maiores de 3 meses juntos. Os filhotes pequenos, seguirão comendo ração e mais tarde avaliaremos se oferecemos esta dieta para os pequenos ou não.

Hoje fomos até o Mercado Público de Porto Alegre para fazer as primeiras compras. Pelas minhas contas, eu precisarei de 17kg de pescoço de frango para os primeiros seis dias da dieta. Fui em três açougues e não encontrei pescoço de frango avulso em nenhum... então, optei por comprar outros meaty bones (dorsos de frango, com pescoço) e cortá-los em casa.

Vamos separar as porções e congelar para começar a oferecer para eles na sexta-feira, dia 06/05.

03/05/2011

Ontem eu não consegui cortar todos os dorsos e separar todas as porções, mas já congelei as porções para os primeiros dois dias e terminarei o serviço hoje!

Deu muito mais trabalho ainda ter que cortar. De fato, se eu tivesse comprado os pescocinhos de frango, teria sido mais prático.

Mas eu estou tão envolvida pela novidade e a expectativa de fazer dar certo, que não me importo de gastar umas 3 horinhas com isso.

Vou processar (triturar) os pedaços mais duros antes de oferecer a eles, nos primeiros 5 dias.

04/05/2011

Como calcular a quantidade que cada cachorro deve comer?

1°) Pese o cão. Ele está no peso ideal? Está gordinho? Magrinho? Aqui temos duas moças gordinhas que já irão entrar com alimentação light! rs

Baseado nisso vamos oferecer:

  • 2 à 3,5% do peso IDEAL para os cães adultos. Iniciaremos com 3% para todos e 2% para as gordinhas.
  • Light - para as gordinhas, daremos 50% de meaty bones, carnes sem pele e 25% de verduras.
  • 6 à 8% para os filhotes - a fase de maior demanda energética é entre os 2 e 4 meses, por isso nessa fasa é bom dar 8% e ir diminuindo gradativamente. Também nessa fase entram mais carboidratos, como batata e grãoz cozidos (arroz, lentilha...)

Com o peso, calcule a % que o cão deve ingerir.

Ex1.: Para um cão adulto de 10kg, oferecemos 300g (3% de seu peso) de comida.

Ex2.: Para um filhote de 4 meses com 3kg, oferecemos 240g (8% de seu peso).

A alimentação natural pode ser dividida em 5 grupos:

  1. Meaty Bones ou "ossos carnudos" - são a base da alimentação. Oferecidos entre 50 e 60% do total da dieta. Ex.: se a dieta for de 100g por dia, 50 a 60g será de Meaty bones. Nesse grupo entram pescoço, asa, coxa, sobre-coxa, dorsos, cabeça e pés de aves (frango, peru, pato, codorna, etc.); cabeça, pescoço e pernas de coelho; pés, pescoço e vértebras de leitão; ponta do rabo de bovinos, etc. Enfim, qualquer pedaço cujo osso possa ser mastigado e engolido pelos cães.
  2. Carne - oferecida entre 15 e 25% da dieta, dependendo da fase de vida do animal - qualquer carne usada para consumo humano serve, e qualquer corte serve também. Peixe ainda não está bem definido se pode ser servido cru, ideal é cozinhar no vapor por 20min. Ovos contam como carne e devem ser oferecidos pelo menos 1x por semana, cozido ou cru.
  3. Vísceras - oferecida entre 5 e 10% da dieta - são fígado, rim, miolo (cérebro), bofe, bucho, baço, pâncreas e intestino.
  4. Vegetais - oferecido 15% da dieta - frutas, verduras e folhas verdes, exceto abacate, espinhafre, batata crua, inhame cru, mandioquinha e cará cru, brotos de batata, pimenta, mandioca, uva e uva-passa, folhas de berinjela, abacate e beterraba.
  5. Suplementos - óleo vegetal, iogurte natural, levedo de cerveja em pó e alho picado. Dos primeiro é oferecido uma colher de acordo com o tamanho do cão e do alho é um partezinha de dente, também de acordo com o tamanho do cão.

Toda a parte que contém carne deve ser congelada por no mínimo 3 dias antes de ser oferecida ao cão. No dia anterior deve ser colocada na parte inferior da geladeira (gaveta das verduras ou sobre ela) para descongelar.

Oferecer os meaty bones pela manhã e o restante à noite.

Tem um resumo bem bacana no site - clique aqui para ver.

Perguntas que surgem com esta leitura:

  • Mas o osso de frango não é proibido para cães? R.: É, quando cozido! Pois no processo de cozimento o osso fica poroso e ao ser mastigado, se quebra em lascas que podem machucar o cão. Ossos CRUS estão liberados, pois isso não acontece.
  • Carne crua não pode trazer doenças? R.: Como esta carne deve ser e permanecer congelada por no mínimo 3 dias, não. O processo de congelamento mata os vermes que a carne pode conter e as bactérias são liquidadas pelo pH do suco gástrico. A comida é servida e imediatamente ingerida, não há sobras no prato para a proliferação de bactérias.
  • Cachorro de pêlo longo comendo carne crua não fica todo sujo? R.: Bem, isso só vou poder responder depois que testar!

Hoje ofereci um pedacinho de carne que já estava pré-congelada para o Sky, Spirit e Susie... eles adoraram!! Tô doida pra começar com a dieta...

Sexta-feira daremos 10% de meaty bones triturados para todos eles. A dieta já tá no freezer esperando os 3 dias...  Chega logo sexta-feira! :)

06/05/2011 - Primeira impressão

Ontem quase esqueci de tirar do freezer a porção do primeiro dia! Fui lembrar no início da tarde, mas deu tudo certo e hoje pela manhã elas já estavam completamente descongeladas.

Eu dividi os cães em 6 grupos para alimentá-los:

Grupo 1 - Mulberry, Cherry e Apple - filhotas lhasa de 5 meses.

Grupo 2 - América, África, Yume e Zorba - filhotes bulldogues de 3 à 5 meses.

Grupo 3 - Lucky e Mut (bulldogues adultos) e Carmella (nossa golden, adulta)

Grupo 4 - Antonia e Susie - as gordinhas

Grupo 5 - Sky, Spirit e Chloe - lhasas adultos

Grupo 6 - Narciso, Gaia e Loreena - lhasas adultos

Hoje foi oferecida 10% do total da alimentação, somente composta por meaty bones triturados.

Eles adoraram! Comeram rapidinho, com exceção da Carmella que só comeu mesmo quando eu coloquei outros cães em volta dela para fazer competição. Eu mereço! Todos os goldens são "esfomeados" e a minha, tem que ter outros em volta para comer! Só aqui mesmo! rsrs

A Antonia e a Susie foram as únicas que receberam pesoço de frango picado grossamente (ao invés de triturado). Foi que é um doce! As gordinhas não refugam naaada! rs

O Narciso e a Gaia foram os que mais demoraram. O Narciso é o mais chato para comer, e mesmo assim, ele gostou bastante da novidade. Após limpar o pratinho, ele subiu pra cama dele e ficou esfregando as barbichas e se lambendo, também ficou passando as patinhas na cara e lambendo-as, como se fosse um gato! Eu sempre desconfiei que o Narciso era meio felino! :)

Levei 1h para alimentar os 6 grupos. Ou seja, se eu tivesse só 3 cães, teria levado 10 minutinhos! Nada mal, hein?!

Já tirei do freezer as porções de amanhã. Tá tudo indo muito bem!

Hoje vou comprar uma balança nova, pois a minha de pesar os cães é meio ruim para pequenas pesagens.

07/05/2011 - Segundo dia

Hoje oferecemos 20% da dieta, somente meaty bones, o dobro de ontem. Eu tirei a comida do freezer para a geladeira às 10hs de ontem, e hoje, às 9hs, alguns pedaços ainda estavam congelados.

Eu congelei os pedaços inteiros para triturar somente na hora de servir. Ao triturar os pedaços ainda um pouco congelados, o aspecto não foi nada agradável. Parece uma gororoba! Confesso que me deu ânsia... Então, fica a dica: jamais triture no liquidificador pedaços ainda congelados! Eca!

Hoje, quando fui tirar da geladeira a porção de amanhã, coloquei dentro da pia e só à noite colocarei dentro da geladeira. Pedaços congelados no liquidificador, no more!

Os filhotes comeram tudo ainda mais rápido que ontem. Eles estão amando! A bulldogada também está curtindo, e hoje coloquei pedaços de pescoço de frango para mais 2 grupos e alguns pedaços de dorso com osso maior para o Lucky e a Mut. Eles comeram tudinho, partiram os ossos com os dentes e engoliram sem problema algum.

Meu problema foi novamente a Carmella... minha golden não está querendo comer. Ela não refuga a comida, mas dá umas lambidas e se distrai com qualquer coisa... deixei ela meia hora com o pratinho e ela comeu apenas metade da porção. E isso ela também faz com a ração: come uns grãos, dá uma volta, come mais um pouquinho, dá outra volta... Essa golden não é normal!  :-S

Ontem fui ao supermercado fazer novas compras para a dieta. Comprei 20kg de coxa e sobre-coxa de frango por R$77.

A balança nova chega só na quinta-feira (dia 12), tive que comprar pela internet pois não encontrei nenhuma boa nas lojas ou supermercados. Já o freezer levará 8 dias úteis para se entregue.

Enquanto o freezer não chega, compraremos porções para apenas 3 ou 4 dias, que é o que cabe no nosso freezer.

O plano é comprar os meaty bones e carnes direto do frigorífico assim que o freezer chegar. O pedido mínimo é de 150 reais e eles entregam em casa. Assim deve ficar bem mais prático!

08/05/11 - Terceiro dia

Hoje eles receberam 30% do total da dieta, composto de meaty bones.

Ontem deixei os alimentos congelados dentro da pia para descongelar. É impressionante como o aspecto do frango triturado muda quando a carne não está congelada... só fazendo o teste pra ver, o que eu não recomendo! Aliás, o que eu não recomendo também, é iniciar a dieta com meaty bones muito grandes, que devam ser triturados no liquidificador... tem muita gente que conheço que ficaria com nojo.

Comece com pescoços e asinhas de frango, que só precisa cortar nos primeiros dias. De fato é difícil achar pescoço de frango, tem que pesquisar, encomendar... eu comprei as carcaças (dorsos) justamente porque elas vinham com o pescoço. Acho que se eu tivesse comprado frangos inteiros, valeria mais a pena e teria dado o mesmo trabalho.

Nos dias anteriores, eu servi as porções para cada grupo separadamente e fiquei junto cuidando para que cada um comesse no seu pratinho. Hoje para tentar economizar tempo, eu peguei 3 caixas de transporte e enfileirei-as para que cada cão comesse dentro de uma delas.

Com os filhotes foi ótimo. Aliás, os filhotes são os mais receptivos com a nova dieta. A exceção, hoje, foi a África, minha bulldoguinha mais quietinha não gostou muito da caixa e demorou mais a comer, mas comeu tudinho depois que tirei ela da caixa para um quarto.

Pro grupo 3 (Lucky - BF de 6 anos; Mut - BF de 1,5 anos e Carmella - a golden de 1,4 anos) eu ofereci coxas e sobrecoxas. A Mut recebeu uma sobrecoxa inteira e mastigou e engoliu todinha em 2 minutos (!!!). O Lucky também ganhou uma sobrecoxa inteira, mas só comeu depois que eu piquei em uns 5 pedaços. Já a dona Carmella, minha golden chata para comer, ficou com uma coxa. Ela pegou com a boca mas não sabia muito como comer a coxa (!?!) então eu fiquei segurando para que ela comesse. Deu certo, ela comeu direitinho em menos de 5 minutos... só não pode acostumar a comer na mão depois de adulta, né?! rsrs

Quando eles começarem a comer todos os meaty bones, a alimentação da manhã vai demorar um pouquinho mais. Mas esse tempo é importante, pois vi que eles ficam mastigando o osso com os molares e pré-molares (dentes de trás) e é isso que faz com que os dentes fiquem mais limpinhos, sem tártaro e consequentemente com o hálito melhor. E isso me remete à economia com limpezas de tártaro!

Minha gordinha Susie não curtiu a caixa também e só comeu quando eu a coloquei no quarto. O Spirit foi outro que não quis comer em separado, como ele é um macho se tornando adulto (está fazendo 1 aninho na semana que vem), ele quer disputar a comida com os demais...

Já quem está me surpreendendo, porque sempre foi um chaaaato pra comer, é o Narciso. Ele está adorando a dieta e comeu tudinho dentro da caixa. Claro que, depois que terminou de comer, tascou os dentes na porta para sair. Deus-o-livre de ficar preso, ele não fica de jeito nenhum! Aliás, nenhum dos meus cães fica em gaiola ou caixa tranquilamente, pois não são acostumados à isso, todos ficam em pátios separados por grupo de afinidade. À noite, eles dormem nos quartos em grupos de 3 cães. Assim sendo, separa-los para comer é uma dificuldade que estou enfrentado. Vou tentar os cercados amanhã (tenho 3 "x-pens" para separar filhotes pequenos). Pois caso contrário, vou sempre ter que ficar cuidando para que um não coma a comida do outro.

Vou incluir aqui um 7° grupo - o das mamães. Elas são a Maya (bulldog Francês) e a Mel (lhasa apso), ambas estão lactando, com bbs de 18 e 8 dias respectivamente. Eu não ia incluí-las na adaptação da dieta, mas muitas pessoas me relataram que dão ração e um pouco de alimentação natural para as mamães, assim resolvi oferecer à elas. Ambas adoraram! Hoje a Maya comeu uma coxa e uma sobrecoxa e a Mel comeu uma coxa. Porém a Maya conseguiu comer o osso, e a Mel não.

Assim, subiu para 20 o número de cães que estão mudando para a alimentação natural... oh my god! :/

09/05/2011 - Quarto dia

Hoje oferecemos 40% da dieta, composto somente de meaty bones. Serão somente meaty bones até fechar 60%, depois iremos introduzindo carne, vísceras, legumes e por fim os suplementos, um por dia. Serão no total, 14 dias de adaptação.

Hoje eu dei coxas e sobrecoxas para todos os lhasas adultos e para as 3 filhotas de 5 meses. Separei a parte carnuda em fatias e em cubos, como que para um fricassê e deixei um pouco de carne nos ossos. Hoje teve 3 que, após meia hora, não tinham comido nem os pedaços de frango. Eu não dei "colher de chá" e tirei o prato sem insistir. Foram eles: Spirit, Gaia e Susie. Tenho quase certeza que foi porque não tinha outro cão em volta pressionando-os a comer (efeito matilha), mas mesmo assim tirei a comida, pois eles terão que aprender a comer sozinhos. O Sky comeu parte do osso, a Antonia se encarregou de comer o resto (danadinha! - roubou quando eu estava juntando o grupo novamente, e como era só um osso limpinho, deixei-a comer). As meninas Chloe e Loreena que estão terminando a lactação (elas tiveram cria em março) estão adorando a dieta e comeram tudo. As mamães de abril também comeram super bem, e o Narciso comeu todo o osso de coxa. Já das filhotas, a Mulberry não se interessou pelo osso, a Apple comeu parte do osso e a Cherry comeu todo o ossinho! Claro que elas demoraram mais de uma hora para conseguir isso, mas elas estão trocando a dentição, então é mais difícil mesmo.

Eu também acho que alguns cães não comeram a alimentação hoje devido ao fato de não termos diminuído a ração da noite... e como os adultos estavam acostumados a apenas uma refeição à noite, estão comendo a maior parte ainda à noite. Então hoje eles vão ganhar somente metade da ração.

Os bulldogues, que foram o motivo da minha decisão pela troca da ração pela alimentação natural, estão se dando muito bem. O Lucky, a Mut e a Carmella eu alimentei juntos, cuidando para que cada um comesse a sua comida. O Lucky foi o primeiro a terminar e ficou pentelhando as meninas. Logo em seguida a Mut terminou e eu tive que suspender o prato da Carmella para que ela comesse. Ela também comeu tudo. Noto que a Carmella, quando pega um pedaço com pele ou muita gordura, ela gospe fora e deixa para o final... é uma golden light! :)

Cortar as carnes de coxa e sobrecoxa é beeeem mais agradável! Os pescoços também são agradáveis de cortar. Ainda estou liquidificando somente partes pontudas e partes da coluna, do dorso dos frangos. Depois de amanhã os dorsos acabam e eu terei somente coxas e sobrecoxas para oferecer como meaty bones (comprei 20kg na sexta). Essa semana vou atrás de asinhas e preciso comprar peito para oferecer como a parte de carne da dieta.

No 7° dia já entra 10% de carne pura, que será peito de frango.

Para quem me perguntou como estavam as fezes... já noto a diferença: mais sequinha e com menos cheiro! Tuuudo de bom!

10 e 11/05/2011 - Quinto e sexto dia

Hoje foi o último dia da adaptação com os meaty bones. A partir de hoje, os adultos com o peso ideal sempre ganharão 60% da dieta composta de meaty bones, os filhotes e as gordinhas receberão 50%. Oferecidos sempre pela manhã.

Na minha opinião, começar com os dorsos de frango foi a pior escolha, não aconselho ninguém a começar com dorso de frango! Se você não achar os pescoços de galinha para começar com esta dieta, comece com sobrecoxas, coxas, asinhas... dorso é a pior parte para cortar!

Ontem e hoje tive cães que não quiseram comer. E o problema não é a comida, é o "efeito matilha", acho que só passando fome para eles comerem mesmo! São apenas 3 que se recusam a comer separado: Gaia, Susie e Spirit. A Susie até come um pouquinho, mas não o suficiente, a Gaia e o Spirit só comem se estiver solto com outros na volta. Porém, se deixar eles soltos com esta comida, é briga certa!

Hoje eu fiz uma "sala de jantar" pra eles: coloquei as caixas de transporte e os expens em uma sala, coloquei os pratinhos de comida um em cada lugar. Assim consegui alimentar 7 ao mesmo tempo, então fiz 3 grupos. Vou tentar alimentá-los sempre assim agora, para ver se eles acostumam, inclusive aqueles que não querem comer.

12/05/2011 - Sétimo dia

Acabaram-se os dorsos e começou a minha felicidade! :)

Cortar dorso de frango já estava me deixando enjoada. Hoje eu cortei coxas, sobrecoxas e asinhas de frango para eles. Tudo tão mais fácil, tão mais rápido... Eu tiro uns bifinhos da coxa e sobrecoxa e corto em cubos, enchi 4 potes de sorvete (2lt), dois com a carne em cubos e dois com os ossinhos com um pouco de carne. Já aproveitei e deixei cortada a porção de amanhã.

O ideal é dar a coxa inteira, a sobrecoxa inteira... mas como tem bem mais carne na coxa que na sobrecoxa, eu corto em cubos as partes mais carnudas para tentar dividir melhor as carnes entre a turma.

Hoje os que não comeram nos dias anteriores (Gaia, Susie e Spirit), resolveram colaborar e comer. Os bbzinhos da Loreena e da Chloe, acharam um ossinho e se atracaram, não conseguiram quebrar o osso, lógico, mas se divertiram por um tempão roendo aquele ossinho, chegando o rosnar uns pros outros! :)

Hoje entra 10% da porção de carne na janta deles, assim já estarão comendo 70% da dieta natural e 30% de ração.

Já coloquei os miúdos para descongelar pois amanhã eles também receberão miúdos de frango.

Ah, e um detalhe que esqueci de mencionar é que, enquando o iogurte não entra na dieta, estou adicionando um pouquinho de Organew na comida para evitar diarréias. O Organew tem função de probiótico, semelhante ao iogurte.

13/05/2011 - Oitavo dia

O trabalho está aumentando, mas a minha satisfação também! ;)

É ótimo ver que essa comida agrada a eles e faz bem, é ótimo saber exatamente o que eles estão comendo e é ótimo ver como as fezes diminuem! Só fazendo o teste pra saber os benefícios mesmo!

Hoje eu pesei exatamente as porções que eles deviam comer, já que nos outros dias eu tinha separado meio "no olho". E vi que eu tava dando porções grandes demais para alguns e pequenas para outros... ops!

Ontem entrou 10% de carne na janta deles, o que dá uns 3 ou 4 cubinhos! Hoje entra mais um pouco de carne (15%) e um pouco de vísceras (5%)... e da ração eles vão receber só uns grãonzinhos!

Amanhã já entram os vegetais na janta: vou começar com cenoura, tomate e brócolis - todos liquidificados.

Enquanto isso, eu aguardo a chegada da balança de cozinha digital, do multi-processador e do freezer, que deverá ocorrer lá pro meio ou final da semana que vem!

RESUMO

 

Houveram alguns contratempos e eu acabei não atualizando este "diário" como gostaria.

Foi bem legal a quantidade de pessoas que estavam acompanhando nossa "saga"... e, bem, foi uma SAGA mesmo!

Ofereci esta dieta por um mês inteiro, e os resultados foram fantásticos!

1) Salvo uma exceção (Gaia), eles comem com muita vontade!!

2) Podemos ter um controle melhor do que cada um come, pois eles tem que comer separados e geralmente, comem tudinho!

3) As fezes ficam incrivelmente reduzidas e com menos odor, eu não acreditaria se me contassem o quanto!

4) A pelagem dos bulldogues ficou mais macia e brilhante, o resultado neles foi mais visível que nos lhasas, provavelmente por ter a pelagem curta.

5) É definitivamente melhor para eles do que a ração!

6) É mais barato sim.

PORÉM, não consegui continuar com a alimentação pelos seguintes motivos:

  • Eu estava alimentando 22 cães, com 8,5kg de comida por dia (carne, ossos, legumes, verduras, fonte de carboidratos para os filhotes e suplementos)
  • O tempo médio que eu levava para preparar a alimentação era de 1h 30m a 2hs: picar a carne, cozinhar arroz ou batata (carboidratos para os filhotes), processar os legumes...
  • O tempo médio para oferecer a alimentação para eles era de 1h pela manhã e 1h à noite: separar e pesar a comida, separar os cachorros para alimentar e esperar uma "turma" comer para colocar outra turma a comer.
  • Sem uma rotina e um planejamento prévio, algum ingrediente da dieta pode faltar e se houver algum imprevisto no dia, acaba não dando tempo de preparar...

Assim, eu parei com a alimentação por um tempo. Decidi retomar quando eu tiver reduzido o número de cães, que já estava previsto desde o início do ano. Ficaremos com 6 ou 7 lhasas, 6 ou 7 bulldogues e a Carmella... assim será bem mais fácil (22 para 15 é muita diferença!)

Também está prevista na reforma, a construção de uma cozinha para o canil... mas isso é para 2012!

Resumindo: a alimentação natural é ótima e traz muitos benefícios, eu indico à TODOS! O que me impediu temporariamente de oferecer esta alimentação foi o trabalho frente ao grande número de cães para alimentar.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!